O capital escravista-mercantil nas Américas e sua superação

  • Iraci del Nero da Costa Universidade de São Paulo, Brasil
  • Julio Manuel Pires Universidade de São Paulo e Pontifícia Universidade Católica, Brasil
Palabras clave: Capital escravista-mercantil, Abolição da Escravatura, Novo Mundo, América Colonial

Resumen

No artigo intitulado América y El capital mercantil esclavista os autores expuseram os elementos embasadores do capital escravistamercantil e indicaram as limitações que se impunham a tal forma do capital. No presente trabalho – depois de serem identificadas, no plano hipotético, as condições necessárias à superação do capital escravista-mercantil – são apontadas as causas históricas imediatas das quais resultou, para a maioria esmagadora das nações e demais dependências políticas existentes nas três Américas, a aludida superação. Discute-se, também, a relação existente entre a extinção do escravismo, enquanto elemento de caráter político, e a supressão do capital escravista-mercantil, que se caracteriza por sua dimensão eminentemente econômica.
Publicado
2018-05-30
Cómo citar
del Nero da Costa, I., & Manuel Pires, J. (2018). O capital escravista-mercantil nas Américas e sua superação. Investigaciones Sociales, 21(39), 179-191. https://doi.org/10.15381/is.v21i39.14673
Sección
Artículos Originales