EXPLORAÇÃO DE PROJETOS DE RECURSOS NATURAIS: AVALIAÇÃO E GESTÃO PELA TEORIA DE ATIVOS CONTINGENTES E SIMULAÇÃO

  • Carlos Patricio Samanéz CSI-UNMSM
  • Savio Henrique G Levi

Resumen

Neste artigo os problemas de valoração de projetos de exploração florestal em condições de incerteza são resolvidos no contexto da análise de ativos contingentes; empregando argumentos de inexistência de arbitragem, e através do cálculo do Valor PresenteLíquido Estratégico. A Flexibilidade gerencial existente é modelada por uma série de opções relacionadas ao timing do investimento; e à escolha de uma política de produção ótima. Avaliam-se concessões supondo a existência de incerteza econômica quanto ao preço dá madeira, e incerteza técnica quanto a taxa de crescimento da floresta, ambas modeladas através de processos estocásticos em tempo contínuo. Alguns dos modelosmatemáticos desenvolvidos não possuem solução analítica conhecida. Resultados são então obtidos através da aproxirnacão numérica das equações diferenciais parciaisutilizando fórmulas de diferencas finitas e também através da aproximacão numéricadireta dos processos estocásticos base utilizando simulacão Monte Carlo. Estametodologia pode ser geralmente utilizada na análise de oportunidades de investimentoern condições de incerteza.


Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.
Publicado
1998-07-15
Cómo citar
Samanéz, C., & Levi, S. (1998). EXPLORAÇÃO DE PROJETOS DE RECURSOS NATURAIS: AVALIAÇÃO E GESTÃO PELA TEORIA DE ATIVOS CONTINGENTES E SIMULAÇÃO. Pesquimat, 1(1). https://doi.org/10.15381/pes.v1i1.8885
Sección
Artículos